2.11.2014

as coisas mesmo bonitas, I | Raimundo

Novidades de terça-feira. Façam de conta que não chove, não está frio, não é inverno, o dia não é cinzento. Hoje é dia de coisas bonitas, coisas mesmo bonitas.
A partir de hoje, a terça-feira é o dia das coisas bonitas. Histórias maravilhosas, projectos deliciosos, pessoas inspiradoras, tudo o que merece ser partilhado.


Hoje conto-vos a história de Raimundo Arruda Sobrinho, o Condicionado. Falo-vos de um velho poeta sem-abrigo que morou no que ele chamava "A Ilha", numa das milhentas ruas de São Paulo durante 35 anos. Sentado num banco de madeira, ele passava o tempo a escrever em pedaços de papel, delicamente cortados do mesmo tamanho. Todos têm um número de série e são datados com o ano de 1999 + o número que falta para se chegar ao ano em questão. Todos assinados como "O Condicionado".
 O sonho de Raimundo era escrever um livro. Um poeta e o seu livro de poemas. Um dia conheceu uma jovem, a Shalla, que impressionada pelo seu trabalho decidiu ajuda-lo a concretizer o seu sonho de poeta. Então tudo mudou. A Shalla criou uma página de facebook para publicar os poemas do Condicionado. Pouco tempo depois, a família de Raimundo entrou em contacto com a jovem e a partir de aí todos os esforços foram feitos para o restabelicimento social e familiar do poeta.
Hoje, o Condicionado, vive com a família. Deixou a sua ilha, continuou com os seus poemas.
Esta é uma história bonita, uma histórias de finais e recomeços. Uma história que recomeça aos 74 anos da vida de um homem, que por demasiado tempo foi "condicionado" pelas maiores adversidades. Ficaram os poemas, esses resistem, sempre resistiram, a toda e qualquer adversidade.



Sonho
Uma humanidade
cujos membros
funcionem com a
perfeição de todas
as peças do mais
refinado engenho.

Ass "O Condicionado"
SP 21-3-1999+8(c)







Mais, sobre Raimundo, aqui e aqui.

6 comentários:

  1. Respostas
    1. É, não é? Precisamos de mais histórias destas. Um beijinho**

      Eliminar
  2. Que história tão bonita.
    Obrigada pela partilha e venham mais histórias de pessoas cheias de luz para iluminarem estes dias cinzentos!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Prometo que a próxima também vai ser bonita. E também espero que na próxima terça o dia já não seja cinzento. :)) Um beijinho*

      Eliminar
  3. Bonita iniciativa, esta das terças feiras. Espero que os restantes dias da semana reclamem idêntico protagonismo :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Assim o espero também Rita. Da minha parte, irei fazer por isso. Um beijinho :))

      Eliminar

Acerca de mim

A minha fotografia
O meu nome não é Rita Laranja. E gosto de tirar fotografias. amidnightinbuenosaires@gmail.com