9.23.2012

Um lugar-comum, a chuva

Falar da chuva. Falar de chuva. Um lugar-comum. Somos cheios de lugares-comuns, metade da nossa vida são lugares-comuns. E acabo de escrever outro lugar-comum.
Falar da chuva. Ainda hoje me disseram, estou depressivo, a chuva tem destas coisas. Não deixa de ser um lugar-comum, esta depressão da chuva. Hoje não me importei que chovesse. Mas não gosto da chuva, não gosto. Também eu sou depressão, não gosto das pingas, não gosto que me caiam pingas em cima. 
Há uma altura em que eu gosto da chuva, e não passa de mais um lugar-comum. Não me importo, dessa maneira pode chover. Mas ainda é cedo para falar dela.
Hoje não me importei que chovesse. Tinha saudades, mas agora pode parar.
Tenho caminhadas para fazer!
Entretanto a Mafalda disse que quando for grande quer ser doutora de olifantes. E de macacos também.
E é isto, que me faz adorar os domingos.






8 comentários:

  1. Por aqui nem no verão a chuva foi passear :P Eu não gosto de muitos de dias seguidos de chuva.
    As fotografias estão muito giras :)
    *

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu cá, não gosto da chuva! Então muitos dias seguidos acho que até perco a cor! E obrigado! :)) *

      Eliminar
  2. Eu no geral sou mais de dias quentes e com luz, muita luz. Mas um dia de chuva, mas não de chuvinha, daquela chuva mesmo a sério sabe-me mesmo bem (gosto de tempestades!)
    E estas fotos, lindas, como sempre!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu gosto de tempestades, uma vez por mês! :)) beijinhos ana!

      Eliminar

Acerca de mim

A minha fotografia
O meu nome não é Rita Laranja. E gosto de tirar fotografias. amidnightinbuenosaires@gmail.com