9.24.2012

As casas dos outros

As casas dos outros entusiasmam-me. Gosto de olhar para as casas dos outros.
Uma varanda, um jardim, uma janela, uma porta, um recanto bonito, uma cor, uma parede. Um número de porta. A quantidade de números de portas giros que eu já vi.
Não tem que ser nova, não tem que ser gigante, não tem que ter piscina, não tem que ter seis assoalhadas, não tem que ser a melhor casa do mundo. Normalmente, essas são as que gosto menos de olhar.
Tem é que ter qualquer coisa. Qualquer coisa que me entusiasme, me faça prender o olhar e já está.
Dizem, dizem que cada um vê uma coisa bonita nas coisas mais estranhas.
E pronto, por agora é isto. O meu cérebro não funciona bem neste momento. Acordar às sete (sete!) da manhã, mais tarde ou mais cedo, vai provocar lesões cerebrais graves. Já estou a sentir. Já estou a sentir!


Sorrir e acenar, sorrir e acenar...





3 comentários:

  1. estou obcecada com esse azul :)

    sim, provoca danos e irreversíveis lol

    bjo*

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu sei como este azul lhe fica bem, Maria....;)
      E, já agora, também fica muito bem por debaixo da tinta cor de areia. Parece o mar, num pedaço de praia do Mediterrâneo ou num mapa-múndi.

      Eliminar
    2. beijinhos! para as duas Marias! :))

      Eliminar

Acerca de mim

A minha fotografia
O meu nome não é Rita Laranja. E gosto de tirar fotografias. amidnightinbuenosaires@gmail.com