1.10.2016

o caos. a ordem. linhas direitas.

Sempre gostei do caos. Ou melhor, sempre pratiquei o caos. O caos dentro de mim. O caos à minha volta. O caos no meu armário. Debaixo da minha cama. Ou das minhas camas. O caos no meu coração. O caos no meu cérebro, principalmente o caos no meu cérebro. Acredito que há uma beleza inerente ao caos, o caos é belo na sua confusão, nas suas tormentas, nas suas incertezas, nos seus confusos caminhos.
Sempre fui o caos. Se alguém me perguntasse sentado num qualquer divã de veludo vermelho, mas gostas de ser caos? Odeio ser caos, querido divã. Ser o caos significa que o teu coração vai bater desmesuradamente sem que ninguém o acompanhe. Ser o caos significa que vais sonhar mais rápido que a velocidade da luz sem nunca decidires realmente qual é o sonho da tua vida. Ser o caos é não teres tempo a perder mas, na mesma medida, teres todo o tempo do mundo porque decidiste que gostas da palavra procrastinaçao. Ser o caos significa que vais sofrer o dobro, o triplo quando o teu próprio caos decide sair da ordem. Ser o caos é, literalmente, o caos. O caos dos sentimentos, dos pensamentos, das decisões, dos sonhos, de quem és e do que pensas ser.
Não faz mal ser o caos. Mas vai existir um momento nesta caótica aventura de respirar, em que simplesmente tens que parar. Virar a ampulheta ao contrário e deixar a areia cor-de-rosa cair, até ao último grão. Não, não vais deixar de ser o caos depois disso. É essa a tua essência. Mas talvez depois do último grão de areia cor-de-rosa sejas um caos aperfeiçoado, um caos de bem com o próprio caos.

Dou por mim, no meio deste caos imenso, a pensar que gosto da ordem nas minhas fotografias. Sem grandes pretensões, procuro as linhas direitas, um plano centrado ou que faça sentido. Procuro isso como procuro um resquício de ordem no meu caos.
Entretanto, estou por conta da ampulheta da areia cor-de-rosa.


IMG_97330 IMG_9748 IMG_9744 IMG_9762 IMG_9742 IMG_9757


Roterdão. 
Janeiro, 2016.

1 comentário:

  1. o caos. sempre, e cada vez maior. aceitemo-nos assim :)
    ai, e os teus textos, sempre maravilhosos ♥

    ResponderEliminar

Acerca de mim

A minha fotografia
O meu nome não é Rita Laranja. E gosto de tirar fotografias. amidnightinbuenosaires@gmail.com