10.28.2012

Chegar e voltar

Chegar e voltar. Voltar e chegar.
É estranho, os ouvidos percebem, o resto não entende.
O estômago não entende, os pulmões não entendem, nem o coração. Esse não entende nada. Nada de nada. Nada
Chegar e voltar. Não é para entender.
Voltar e chegar. Às vezes, só às vezes, não é preciso entender.


Pronto, cheguei.









Sem comentários:

Enviar um comentário

Acerca de mim

A minha fotografia
O meu nome não é Rita Laranja. E gosto de tirar fotografias. amidnightinbuenosaires@gmail.com